BRAND EXPERIENCE


(Imagem: Anthony Delanoix)

Desde o nosso despertar pela manhã, até a hora de irmos dormir, convivemos com uma infinidade de marcas. Acordamos, escovamos os dentes com uma escova e creme dental da marca A, colocamos nossas roupas da marca B, sapatos da marca C, lemos no jornal anúncios de produtos, tomamos um suco D, um iogurte E, dirigimos até o trabalho com nosso carro da marca F… As marcas fazem parte das nossas vidas diariamente de forma muito próxima, entretanto, damos mais valor e importância a algumas delas.

Com a evolução da tecnologia, nos tornamos mais conectados e informados sobre empresas e suas marcas, sabemos que algumas falam a verdade e outras não. Atualmente, podemos questioná-las, pois não somos mais ouvintes passivos, agora temos o poder de interagir e conversar com as empresas. Nestes dias de tanta troca de informação, quais fatores fazem algumas marcas se diferenciarem de outras? O que prende a nossa atenção? O que nos faz parar e para dedicar um pouco do nosso precioso tempo para X ou Y?

Em meio a infinidade de marcas e do turbilhão de publicidade que nos cercam, estão mais propícias a ganharem a nossa atenção e serem lembradas, aquelas que conseguirem conexão emocional conosco e com os nossos interesses. E é neste ponto que o conceito de Brand Experience ou Experiência de marca se torna fundamental.

Não existe fórmula pronta, cada marca a partir da sua plataforma deve construir sua estratégia para levar uma experiência coerente com seus valores ao público. Esta é a forma de criar conexão, relevância e engajamento das pessoas com sua marca. São infinitas as formas e oportunidades de se criar uma experiência junto às pessoas e quanto mais proprietária e autêntica ela for maior será o reconhecimento do público.

A Starbucks construiu uma atmosfera para suas lojas onde desde o nome do cliente escrito à mão no copo até facilidades como wi-fi livre as tornam extensão das casas das pessoas.

A Apple para levar as pessoas o conceito “Think different” demonstra em seus produtos que pode existir sempre um jeito novo de facilitar a vida dos usuários e que a tecnologia não precisa ser um bicho de sete cabeças que um dia foi.

A Disney criou um império a partir do sonho de criar o lugar dos sonhos. E a mágica está presente em cada ação da marca, nos fazendo acreditar que ela realmente existe.

Uma coisa é fato, o relacionamento entre marcas e seus clientes vem se tornando cada vez mais próximo e é importante que as empresas se atentem para isso. Pessoas não são mais tocadas apenas pela publicidade de ideias. Elas desejam mais, querem interagir com as marcas que gostam e desfrutar de momentos interessantes junto a elas. Uma experiência consistente deve traduzir a essência da marca e trazê-la para a vida das pessoas. É uma visão e vivência mais ampla da marca, que traz benefícios tanto para as empresas quanto para os consumidores. Elas criam engajamento e maior conexão com os clientes, gerando um relacionamento de longo prazo e dando frutos como fidelidade e promoção espontânea da marca.

Afinal, a vida é feita de experiências: boas, ruins, inesquecíveis… qual delas você prefere que a sua marca proporcione?

DANIELA LOMPA NUNES

Diretora de Estratégia e Branding, possui extensa experiência na criação de programas de identidade visual que traduzem a estratégia de marca em expressão e experiência. Interessada pelo comportamento humano, acredita que as empresas possuem papel fundamental na evolução do mundo.

GREICE PIACINI

Estudou Branding e Comunicação em Milão e é apaixonada por branding e comportamento do consumidor.

Os artigos apresentados e assinados não refletem necessariamente a opinião da CDA Design, mas demonstram a diversidade de ideias que respeitosamente defendemos.

CDA DESIGN © 2020   |    TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.